versión en español english version
RECUPERAÇÃO JUDICIAL
 
 
Todas as edições:
 
Página inicial
 

Nova planta agrega mais força à Insol

 

IV ENI - Encontro reacende valores do Grupo Insol

Crédito na lavoura
Sucesso na operação da CPR

Fertilizantes
Insol Fertilizantes torna-se mais competitiva

Treinamentos visam padronização de processos

 
 
 

Eduardo Daher
Diretor-executivo Anda

 
INFORMATIVO DA INSOL INTERTRADING DO BRASIL
| nº 18|
abr/mai/jun 2008
 
 
   
  Fertilizantes - Insol Fertilizantes torna-se mais competitiva
 

O aquecimento mundial do setor agrícola gerou grandes alterações no comportamento dos preços de todos os insumos presentes na cadeia do agronegócio. Um insumo a ser analisado com total atenção é o fertilizante, o qual sofreu um reajuste no preço real que ultrapassou 53%, somente no primeiro quadrimestre deste ano. O aumento foi provocado pelo crescimento da produção mundial de grãos e também pelas limitações na capacidade de extração / produção. Estes dois fatores já demonstraram seus reflexos imediatos nos preços das matérias-primas e geraram mudanças no comportamento comercial e logístico na cadeia de suprimento dos principais países compradores.

Hoje, muitos destes players vêm travando compras de grandes quantidades sem se preocupar com os custos financeiros na imobilização dos estoques e tão pouco com a capacidade logística na recepção de produtos. Essa atitude é pelo simples fato de que os aumentos de preços já ocorridos e previstos no mercado suportam de forma confortável tais custos financeiros e operacionais, garantindo pleno abastecimento. Tal realidade já se reflete em cadeia. No Brasil, estima-se que em 2008 o consumo interno para sustentar a produção aumente de 24 milhões para aproximadamente 26 milhões de toneladas, cerca de 10% a mais que no ano passado. Com isso as empresas e trades que participam do mercado interno vêm realizando compras de grandes quantidades, gerando enormes filas de navios nos portos e armazéns lotados.

Visualizando no final de 2007 estas grandes mudanças de mercado futuro, o segmento de Fertilizantes do Grupo Insol tratou de se preparar para os
desafios impostos e se adequou à nova realidade através de ações arrojadas e criativas. Para isso, investiu no início de 2008 em dois pontos estratégicos: desenvolveu e consolidou parcerias com fornecedores de matérias- primas no mercado interno e externo e fez profundas mudanças no modelo de gestão de negócios (reestruturou o time, revisou e padronizou todos os processos e, ainda, adquiriu uma nova ferramenta de gestão: o Fertilizer). Para melhor retratar estas mudanças, hoje a Insol Fertilizantes faz a originação de matérias-primas, recebimento, industrialização de qualquer fórmula e a logística de distribuição do produto acabado de forma totalmente integrada. Toda essa otimização de estrutura e dos custos faz com que a empresa apresente maior agilidade no atendimento a fornecedores e clientes, alcançando o objetivo de continuar oferecendo produtos de qualidade, mas com preços competitivos e acessíveis ao produtor.
A meta da Insol Fertilizantes para 2008 é movimentar 100 mil toneladas de fertilizantes nos Estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Figurando no ranking dos maiores produtores agrícolas do Brasil, estes estados também contam com representantes de grande experiência no mercado, os quais além de conhecer profundamente o setor também possuem um estreito relacionamento com os produtores locais.

   
 
 

voltar

 
   
Insol Intertrading do Brasil S.A.
55 41 2106-5700
insol@insoldobrasil.com.br

Home | Sobre a Insol | Parceiros Insol | Gestão de Pessoas
Fale Conosco | Insol Trading | Insol Indústria | Insol Armazéns Gerais
Insol Fertilizantes | Insol Solidário | Informativo Insol
Cadastro de Fornecedores | Ordens de Carregamento